Tite na seleção brasileira

Inegavelmente, o histórico recente de Tite lhe coloca como o principal treinador do país. Além disso, é um dos poucos comandantes que sabem o que é desenvolver um trabalho aplicando a tão falada meritocracia.

Fora de campo, especialmente nas entrevistas, já não gosto do estilo dele. Por mais que esteja defendendo a sua equipe e seu trabalho, o que é natural de qualquer profissional, entendo Tite como sendo um homem muito demagogo.

Posa de moralista, critica coisas erradas nos outros, mas faz igual ou pior. Ou vamos nos esquecer que enquanto técnico do Internacional, escalou os reservas diante do concorrente direto do seu rival, o Grêmio, para prejudicá-lo na disputa pelo título?

Isto posto, fato é que Tite tem curriculum, moral com a boleirada, mídia, etc, e merece ser o treinador da seleção. Mas não imagino que esteja sendo convidado a dirigir o escrete nacional apenas pela sua competência. E é aí que mora o perigo.

A CBF quer, na verdade, é dar um "cala a boca" na opinião pública, e usar Tite como escudo, fazendo com que a necessidade de uma reestruturação do futebol brasileiro seja colocada em segundo plano. Afinal, a desculpa para um eventual fracasso já está pronta: "trouxemos o treinador que todos queriam". E, com isso, mantém-se o status quo na CBF, e os dirigentes continuam tramando das suas nos bastidores, sem serem incomodados.

Torço para que Tite seja o Felipão do início dos anos 2000, quando, em situação semelhante, conseguiu montar uma "família" e trouxe a Copa de 2002. Mas as mudanças (estruturais) que todos queremos no futebol brasileiro, Tite não vai conseguir fazer. Muito menos sozinho. Aliás, não sei se ele também as quer, de verdade. É um homem considerado "de bem", mas muito de seu sucesso foi conquistado em conjunto com figuras como Andrés Sanchez e Lula (a quem homenageou em 2015). Agora será a vez de trabalhar com outras figuras do mesmo naipe, mas num momento de enfraquecimento.

Se vai dar certo ou não, o tempo dirá. O convite é merecidíssimo. Mas que o Tite é um baita escudo para os dirigentes nefastos da CBF, isso é.



Escrito por Felipe Virolli às 14h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Felipe Monteiro Virolli é jornalista e autor do Ranking de Clubes Brasileiros. Polêmico, crítico e muito sincero, Virolli entrou para o jornalismo com a idéia de revolucionar o mundo. Tem ideais vanguardistas e preza muito pela ética na profissão, assim como na vida. Seu desejo com o blog Futebolismo é se tornar referência na internet em conteúdo futebolístico, oferecendo opiniões e análises com qualidade, livres de paixões clubísticas, para quem é fanático por este maravilhoso esporte.
 

Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  Mercado do Futebol
  Opinião Santástica
  Reportagens Especiais
  Papo Soberano
  Papo de Porco
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?